#

Viva a vida comum do lar

Written By: Anderson Cruz - maio• 18•16

familiajogando

Crescer e ser bem sucedido é uma coisa ótima, mas, hoje em dia correndo atrás disso geramos muitos compromissos e na falta de tempo acabamos abandonando as coisas simples da vida.

Devemos viver a vida comum do lar, mesmo tendo muitos compromissos fora dele, fazer parte das brincadeiras dos filhos, decidir o cardápio da casa, ajudar nas tarefas diárias, levar os filhos a escola, fazer as refeições a mesa juntos sem televisão, celular ou eletrônicos que distraem e tiram o prazer do compartilhar em família.

Tire um tempo com os filhos de oração, assistam filmes cristãos juntos, leiam a bíblia e conversem sobre ela, a presença do Senhor é fundamental para o sucesso familiar.

Aos casais tirem um tempo de qualidade juntos, não para jantares fora de casa, mas em casa, para ver um filme, tomar banho juntos, ou simplesmente ficar papeando sem assunto específico.

Viver a vida comum do lar fará sua família e seu casamento serem mais saudáveis.

Mas, se alguém não tem cuidado dos seus, e principalmente dos da sua família, negou a fé, e é pior do que o infiel. 1 Timóteo 5:8

Convite Especial

Written By: Anderson Cruz - nov• 30•15

convite

 

 

 

 

 

 

      É neste sábado a concretização de um sonho, como diz a palavra de Deus em Salmos 113:7,8 Ele levanta do pó ao pobre, E do monturo ergue ao necessitado, Para o fazer sentar com os príncipes, Sim com os príncipes do seu povo.
 
      Não temos como expressar o temor que tomou conta de nós ao sabermos desta data, sentimo-nos honrados em sermos ovelhas que têm a honra de ajudar ao Senhor a cuidar de seus irmãos e irmãs.
 
      Somos gratos a tantas pessoas depois de Jesus que faltaria linha do tempo para escrever os nomes, e por isso lançamos aqui o convite a todos que fizeram parte disso, mesmo, que tenha sido por uma única palavra ou um rápido abraço, mas queremos ter a honra de dividir com vocês este momento maravilhoso, seria impossível DEUS fazer por nós o que fez se não fossem as pessoas que responderam ao chamado DELE e se deixaram ser usadas.
 
      Dedicamos ao Senhor e a todos vocês este momento precioso em nossas vidas, e uma forma de agradecer é dizer que vocês são nossos convidados especiais neste dia tão importante para nós.

Leitura Bíblica e Oração

Written By: Anderson Cruz - out• 29•15

7 Coisas que Deus não disse, mas todo mundo acha que ele disse…

Written By: Anderson Cruz - out• 17•15

Deus

1. “Deus ajuda a quem se ajuda”.

Falso! Ao contrário, Deus ajuda aqueles que se reconhecem incapazes e, humilhados, clamam por socorro. “A mulher veio, adorou-o de joelhos e disse: “Senhor, ajuda-me!” (Mt 15:25).

 

2. “Deus quer que você seja feliz”.
Falso! Quem diz isso geralmente pensa a curto prazo, só para esta vida. Mas Deus projeta felicidade eterna para aquele que crê em Jesus e tem seus pecados perdoados. Quanto à nossa breve vida aqui, ele diz: “No mundo tereis aflições” (Jo 16:33).

 

3. “Somos todos filhos de Deus”.
Falso! Todos são criaturas de Deus, mas filhos somente aqueles que nascem de novo pela fé em Jesus. “A todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome; os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus.” (Jo 1:12).

 

4. “Deus nunca permite um sofrimento além do que você possa suportar”.
Falso! Para quebrar nossa autoconfiança Deus permite sofrimento além da capacidade humana, para encontrarmos nele os recursos de que necessitamos. “Porque não queremos, irmãos, que ignoreis a tribulação que nos sobreveio na Ásia, pois que fomos sobremaneira agravados mais do que podíamos suportar, de modo tal que até da vida desesperamos… para que não confiássemos em nós, mas em Deus, que ressuscita os mortos; o qual nos livrou de tão grande morte, e livra; em quem esperamos que também nos livrará ainda”. (2 Co 1:8).

 

5. “Quando você morrer o céu ganhará mais um anjo”.
Falso! Seres humanos não são anjos e nunca serão. Assim como Jesus, em sua encarnação, somos originalmente menores que os anjos, mas os salvos por Cristo serão exaltados nele a uma posição acima dos anjos. “Não sabeis vós que havemos de julgar os anjos?” (1 Co 6:3).

 

6.“Todos os caminhos levam a Deus”.
Falso! Na verdade esta ideia foi emprestada do ditado “Todos os caminhos levam a Roma”, mas é melhor escutar o que Jesus diz: “Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim”. (Jo 14:6).

 

7.“Não importa em que você crê, contanto que tenha fé”.
Falso! Não é a fé que importa, mas em quem você coloca sua fé. Jesus disse aos judeus: “‘Se não crerdes que eu sou, morrereis em vossos pecados’. Disseram-lhe, pois: ‘Quem és tu?’ Jesus lhes disse: ‘Isso mesmo que já desde o princípio vos disse’. (Jo 8:24-25).

Ele tinha deixado claro a eles que era o Messias prometido, e mais que isso: Ao usar a expressão “EU SOU” ele se reportava ao que Jeová havia dito de si mesmo em Êxodo 3:14: “E disse Eloim (Deus) a Moisés: EU SOU O QUE SOU. Disse mais: Assim dirás aos filhos de Israel: EU SOU me enviou a vós.” Juntando isso com o que João escreve em sua segunda carta, entendemos que crer em Jesus Cristo inclui crer que ele é Deus e já existia antes de assumir a forma humana ao vir em carne.

“Porque já muitos enganadores entraram no mundo, os quais não confessam que Jesus Cristo veio em carne. Este tal é o enganador e o anticristo… Todo aquele que prevarica, e não persevera na doutrina de Cristo, não tem a Deus. Quem persevera na doutrina de Cristo, esse tem tanto ao Pai como ao Filho. Se alguém vem ter convosco, e não traz esta doutrina, não o recebais em casa, nem tampouco o saudeis.” (2 Jo 1:7-10).

Postado Originalmente em out 12, 2015 | Posted by Tiago Mavichian |

Fonte : http://www.ipalianca.org.br

 

ACERCA DOS EVENTOS COM INSCRIÇÃO

Written By: Anderson Cruz - set• 02•15

Texto publicado originalmente na fanpage do Pr. Luciano Subirá

  • ACERCA DOS EVENTOS COM INSCRIÇÃO…

Muitos atacam todo e qualquer evento em que se cobra uma inscrição para participação. Ao manifestarem-se assim eles acreditam defender a Palavra de Deus, sem perceber, contudo, outros aspectos do que a própria Escritura também destaca.
Durante muito tempo achei que não mereciam resposta alguma; mas, porque acabam inflamando outros, penso que, no mínimo, os demais merecem alguma explicação. Seja dos eventos com inscrição em que participo ou daqueles que realizo.
O que estou postando não é pessoal e nem é dirigido a nenhum comentário específico, uma vez que escrevi o texto há 9 meses. Estou publicando a minha opinião porque, afinal de contas, essa é a minha página. Não farei dela um fórum de debates. Não responderei a nenhum dos comentários e deletarei tudo o que julgar que deva ser deletado. Espero tentar esclarecer algo sem ser ofensivo e nem atacar ninguém.
Dito isso, então vamos por partes:

1) Não cobro para pregar a palavra de Deus. Nunca fiz e nunca farei. Porque a Bíblia diz: “de graça recebestes, de graça dai” (Mt 10.8). Mas também não pago do meu bolso as despesas para viajar e pregar semanalmente (salvo alguns projetos específicos), porque a mesma Bíblia diz que “ninguém vai a guerra à própria custa” (1 Co 9.7). Então, embora a pregação seja gratuita, alguém tem que pagar as despesas de viagem. E não pode ser o próprio pregador! Ou será que nesse outro assunto a palavra de Deus deixou de ter razão? Ela é a verdade num versículo mas não é em outro? No próprio texto de Mateus 10, depois de falar para dar de graça o que de graça se recebeu, Jesus fala sobre entrar numa casa digna e ali comer, e afirma: “pois digno é o trabalhador do seu alimento” (Mt 10.10). Se por um lado o pregador não cobra, então por outro, ele não banca suas despesas!

2) Todas as minhas mensagens estão disponíveis de graça na internet (em audio, video e artigos), porque esse é o princípio bíblico. Mas quando vendo meus livros (com os quais não ganho nada), não estou cobrando pela Palavra de Deus, e sim pelo custo do material impresso. Há uma grande diferença entre uma coisa e outra! Se não houvesse, nem mesmo a própria Bíblia poderia ser comercializada…

3) Da mesma forma, igrejas e ministérios que tem semanalmente suas portas abertas e reuniões de entrada franca, estão obedecendo a ordem de Jesus de pregar de graça. Mas quando resolvem fazer um evento específico, ocasional, que tem custos altos de transporte e hospedagem de preletores e bandas, investimentos em divulgação, e muitas vezes até mesmo a locação de auditório, equipamentos e geradores, o que está sendo cobrado é custeio do evento em si (em cotas), não a proclamação que ali acontece. Em nossa igreja, mesmo nos poucos eventos bilhetados que temos no ano, ainda transmitimos gratuitamente pela internet (para quem está longe e também para quem não pode ou não quer pagar a inscrição).

4) Não trago em meus eventos, para ministrar a palavra de Deus, nenhum pregador que cobre por isso. Porque é anti-bíblico. Mas também não o despeço de mãos vazias! Porque a mesma Palavra de Deus (citada no que convém aos críticos) diz: “Não sabeis vós que os que prestam serviços sagrados do próprio templo se alimentam? E quem serve ao altar do altar tira o seu sustento? Assim ordenou também o Senhor aos que pregam o evangelho que vivam do evangelho” (1 Co 9.13,14). E do que a Escritura está falando? Paulo havia acabado de perguntar: “Se nós vos semeamos as coisas espirituais, será muito recolhermos de vós bens materiais?” (1 Co 9.11). Isso não requer nenhuma exegese profunda. Basta usar um pouquinho de inteligência…

5) Infelizmente a razão do protesto de muitos não é seu senso de justiça sobre o que é correto, mas sua mesquinhez em pagar uma inscrição e sua mentalidade parasita que acredita que tudo que ele recebe deve ser sempre na lei do menor esforço e na transferência de responsabilidade para os outros.

6) Se tem gente por aí fazendo da obra de Deus um jogo de interesses (e reconheço que existem esses), é bom lembrar que eles certamente serão julgados por isso, pois estão pecando. Mas generalizar e misturar quem é sério com quem não é, sem ter conhecimento das coisas, é tão pecado quanto. E também passível de juízo. Ou será que Deus vai julgar só os mercenários e não os difamadores?

7) E para quem alega querer levar alguém para ouvir a pregação gratuita do Evangelho, é só levar essa pessoa num culto semanal aberto. Simples assim! #AlmejandoPorMenosConfusãoEMaisLucidez

Até que a morte nos separe !!!

Written By: Anderson Cruz - jun• 20•15

divorcio

         Ei, você, você mesmo que esta lendo isso ! Está chateado com sua esposa ou com seu marido ? Deus não esqueceu das palavras que você pronunciou com tanto entusiasmo e orgulho no dia do casamento, você se lembra ? Faz uma força sei que você vai lembrar ! Você não disse até o dia que eu não quiser mais, você disse até que a morte nos separe, pense comigo, mesmo que seu cônjuge lhe traia, você disse até que a morte nos separe, esta triste com seu cônjuge, você disse na alegria e na tristeza, Deus não pediu para você fazer esta aliança, mas você fez e diante Dele, você assumiu um compromisso “ATÉ QUE MORTE NOS SEPARE” agora, vou deixar uma reflexão para você.

Se este casamento não esta dando certo, porque você acha que os outros darão ? Se 50% da parte estragada (você) desse também estará no outro !!?!

Pense bem, nada é tão ruim que não possa ser perdoado, nada vale a quebra da aliança que você fez com seu cônjuge e com DEUS.